Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos no Comércio e em Empresas de Assessoramento, Perícias,

Informações  e Pesquisas e de Empresas de Serviços Contábeis de Jundiaí e Região - SEAAC JUNDIAÍ


Home
GUIAS
Blog
Ao Pe da Orelha
Base/Atendimento
Presidente
Diretoria
Categorias
Convenções Coletivas
Jurídico
Homologações
Convênios
Informativo
Observador
Associe-se Já!
Faça seu Currículo

 

MANCHAS SENIS

 

Motivo de susto e preocupação entre os idosos,

os focos avermelhados da púrpura senil são passageiros.

 

Púrpura senil é uma manifestação da pele que acontece devido à fragilidade dos vasos san­guíneos da derme, fato decorrente, entre outros fatores, devido ao envelhecimento do orga­nismo. Este tipo de problema acontece quando idosos com mais de 65 anos sofrem alguma pequena lesão, como batidas, apertões ou até mesmo a coceira. O resultado é uma região da pele avermelhada ou arroxeada, conforme a quantidade de vasos rompidos.

 

O aspecto pode assustar e causar a impressão de um grande trauma à pele, mas na realidade trata-se apenas de uma mancha passageira, que em até 15 dias, em média, desaparece. Este tipo de manifestação pode ocorrer em qualquer região do corpo, mas é mais comum em braços e pernas. O tamanho também irá variar de acordo com a extensão da lesão. As manchas da púrpura senil são indolores, não coçam e não modificam a superfície da pele.

 

Além do envelhecimento natural da pele e dos vasos sanguíneos subcutâneos, este tipo de problema pode acontecer também em pacientes que se submetem a tratamentos com medicamentos a base de corticóides por longos períodos, pessoas que se expõem ao sol sem a proteção adequada, devido a uma dieta desequilibrada, estresse, ressecação da derme e predisposição genética.

 

O ideal é pensar nestes problemas durante a juventude, associando bons hábitos alimentares com fatores que contribuam com uma boa qualidade de vida, sem excesso de estresse e preo­cupações.

 

O único tratamento que pode ser aplicado nos casos de púrpura senil são os que se utilizam de remédios antioxidantes, que possuem o poder de retardar o envelhecimento vascular. Entre os vários princípios ativos existentes para a fabricação desse tipo de medicamento esta a vitamina C. Mesmo assim essa terapia não é indicada para todos os pacientes, pois, pois ainda não existem estudos específicos sobre a eficácia destes medicamentos no combate a este problema", comenta.

 

Apesar de surgirem após pequenos traumas à pele, as manchas avermelhadas da púrpura senil não devem ser confundidas com hematomas, pois estes, doem, podem demorar mais tempo para desaparecer e ainda são tratados com pomadas específicas. Não existe pomada para tratar o rompimento de vasos subcutâneos. O jeito é esperar a vermelhidão desaparecer com o tempo.

 

Sugestão

Uma sugestão da médica para evitar a ressecação da pele é a hidratação constante. Desta forma, a pele se tornará mais re­sistente às lesões que podem culminar com as manchas da púrpura senil. Especialmente os hidratantes com ureia, são bastante eficazes na prevenção a este problema. É uma forma simples de cuidar da pelo contra este incômodo.


SEAAC de Jundiaí e Região - Fale conosco! - (11) 4522-4802